Monday, April 30, 2018

Novo Blogue

Olá a todos!!

Criámos um novo blogue!
Não vamos eliminar este porque ainda não sabemos se o novo vai resultar bem. Temos de fazer a experiência para saber...

Todos os nossos novos artigos vão ser colocados aqui:
https://maggiebooksblog.wixsite.com/maggiebooks

Visitem-nos lá e digam-nos nos comentários o que acham! Está melhor ou pior?

Já lançamos algumas opiniões, passatempos e outros artigos. Espero que gostem da mudança...



Boas leituras!

Thursday, April 26, 2018

Nova leitura / Passatempo

Olá! 



Tenho algo a declarar. Estou mesmo, mesmo quase de férias!!! O que significa que vou ter tempo para ler mais e para partilhar as minhas leituras com todos vocês.




O verão no blogue vai estar recheado de passatempos, atividades, opiniões, novidades literárias e muito mais.






Estive a brincar um pouco com o Ipad e desenhei por cima de uma fotografia que tirei ao livro que estou a ler. Foi muito divertido de fazer e estou a pensar lançar um passatempo interativo. O que acham da ideia? Por-vos todos a desenhar um bocadinho, nem me parece mal... 




Vou lançar o passatempo com vários livros (ainda por escolher). Precisamos de chegarmos aos 100 likes no post do facebook para saber se vocês estão interessados neste passatempo.




O passatempo tem início dia 5 de Maio.




Boas leituras a todos!! 


Tuesday, April 24, 2018

Opinião: O meu nome era Eileen de Ottessa Moshfegh


Olá!



Opinião (Maggie)

Demorei uma eternidade a acabar este livro! Na verdade, adorei a leitura, achei a escrita maravilhosa e diferente. Muito lírica e cheia de detalhes e profunda compreensão do que é depressão, o sofrimento e a mente de Eileen. Demorei muito tempo simplesmente porque esta não é a história mais alegre que já li nestes últimos tempos. Eileen é uma personagem muito introvertida e nós somos puxados para dentro dela e de tudo o que possa vir agarrado. É muito obscuro e muito esquisito para mim ler uma história assim. O sentimento que a personagem traz consigo, ficou comigo durante algum tempo, e sim, isso é fantástico! O livro tem um poder enorme sobre nós e acho que isso devia ser visto como uma grande vitória. 

Podia facilmente dar 5 estrelas a este livro e pensar nele como um livro muito importante para a minha vida. Mas foi tão estranho de ler e tão incomodativo que lhe vou dar uma classificação de 4 estrelas, mas muitos de vocês vão adorá-lo e desafio-vos a todos a ler! 

Não quero dizer spoilers. Estragar-vos a história seria a última coisa que quero fazer, por isso vou só dizer que o fim é MUITO inesperado. É um fim maravilhoso e exatamente aquilo que um livro deste género precisa. Um BOOM! logo no fim. 

Vou deixar a minha opinião por aqui e esperar que também vocês embarquem nesta aventura. Quero saber a vossa opinião!! 

Este livro foi gentilmente oferecido pela Alfaguara para opinião honesta.

Boas leituras!

Sunday, April 22, 2018

Opinião: Wytches de Scott Snyder, Jock e Matt Hollingsworth

Olá a todos!

Opinião (Maggie):



Wytches é uma história de sobrevivência, cumplicidade e muito terror.
Sailor é a personagem que mais vão ver e que vão querer conhecer. Ela é assombrada por uma promessa que fora feita às bruxas e agora tem de fazer tudo o que está ao seu alcance para as afastar dela. Mas a situação em que se encontra é tão confusa para nós como para ela e é por isso que temos de continuar a ler esta coleção de livros para saber as respostas.

É interessante como em apenas poucas páginas são-nos apresentados tantos pontos diferentes da história. Flashbacks da infância e da vida da familia Rooks é aquilo com que entramos mais  em contacto e que nos mantém interessados a continuar a ler mais e mais. Só queria saber mais detalhes da história e por isso não resisti em ler o livro todo em dois dias.
Há poucas respostas do porquê de as bruxas aterrorizarem esta família e as pessoas que as rodeiam, mas como acontece com todas as outras bandas desenhadas, temos de continuar a ler para saber o que acontece a seguir.

O que mais me impressionou no livro foi a arte. Nunca tinha visto ilustrações feitas com esta técnica que Jock e Matt usaram. No final do livro o autor explica o processo e é impressionante ver os passos necessários para criar a peça final. Foram usados salpicos de aguarelas no fundo, que depois de estarem juntos às ilustrações digitais, criam um efeito cheio de energia e movimento.
É como ver um filme por vezes... as ilustrações finais estão tão bem feitas que nos colocam dentro do que estamos a ler.


Enquanto folheava as páginas deste livro, ouvi o soundtrack the Isle of Dogs (novo filme de Wes Anderson) e funcionou muito bem para manter o suspende vivo.

O argumento não é dos melhores que já li, mas espero que melhorem essa parte no segundo livro. A ideia do livro em si, é provocar arrepios e assustar-nos. Infelizmente só o conseguiu fazer de vez em quando para mim. É nesse aspeto que o argumento podia estar melhor, mais credível e autentico. Em muitas partes lemos sobre o afeto que o pai tem pela filha e para mim pareceu quebrar um pouco o efeito assustador. 

Quando chegamos ao fim e lemos o porquê de o autor escrever este livro... é fascinaste. É ainda mais assustadora a história real que a do livro. 


É um bom livro, recomendo a todos aqueles que gostam de terror.


Esta opinião tem o apoio da G Floy Studio Portugal! 

Tuesday, April 3, 2018

Opinião: "A Boa Filha" de Karin Slaughter

Olá!!

Opinião (Maggie):

Esta foi a primeira vez que li um livro de Karin Slaughter. Foi uma boa decisão e uma excelente prenda de Natal. Acabei por gostar muito desta leitura e fiquei surpreendida por ter conseguido terminar um livro deste tamanho tão rápido! Com a quantidade incrível de coisas que tenho de fazer, as leituras não têm fluido muito, mas este livro deixou-me interessada até ao fim. 

Há muitas variações ao longo desta história. É contada na perspectiva de duas irmãs, Sam e Charlie, e depois do que aconteceu no início da narrativa (não vou desvendar o que acontece, mas posso dizer que é forte), estas duas personagens são atiradas num mar de dúvidas e incertezas. Não sabemos o que realmente aconteceu, mas a autora faz questão de nos contar todos os pormenores até ao fim. 

Por vezes, senti que a história se arrastava um pouco e foi por isso que não classifiquei o livro com 5 estrelas. 

Boas leituras!

Tuesday, March 27, 2018

Mini Opinião: "Os últimos na Terra" de Robert C. O' Brien





Olá!!



Que saudades que já tinha de partilhar as minhas leituras com vocês!  Agora estou de férias de Páscoa e tenho algum tempo para ler uns livros que tenho em atraso. Este foi um dos últimos que li:

Opinião (Maggie):

Não esperava gostar tanto deste livro. É das narrativas mais simples que já li, mas acompanhar a personagem principal foi uma excelente aventura e tenho pena que o livro seja tão pequeno. Dá a ideia de que o autor pensava em escrever um segundo volume mas nunca o chegou a fazer.

Há poucos dias vi o filme e fiquei um pouco desiludida por terem modificado tanto a história. Também não penso que a opção de usarem a imagem do filme como capa do livro seja muito sensato. No livro só conhecemos duas personagens e no filme são 3. Fiquei na expectativa de ver a terceira personagem enquanto lia o livro, mas tal não aconteceu.

As personagens estão muito bem construídas e é a principal razão para ter gostado muito do livro. A sobrevivência é sempre um tema muito interessante para mim e adorava encontrar mais livros num ambiente selvagem. 

Recomendo se quiserem uma leitura muito leve num ambiente pós apocalíptico.

Se gostam deste tipo de leitura recomendo estes livros:




Boas leituras!

Monday, March 12, 2018

Opinião: "Aceitação" de Jeff Vandermeer

Olá a todos!



Opinião (Maggie):

Incrível! 
Esta trilogia será merecedora de uma segunda leitura. Tenho a certeza de que falhei algumas coisas nesta história e adorava ler o livro outra vez sabendo o que sei agora. O enredo é tão denso e tão misterioso que foi difícil para mim às vezes apanhar toda a informação, mas para mim não é uma novidade muito grande que tal aconteça. Por vezes, ler um livro pode ser um bom exercício mental. 


Sei que muita gente pensa que ler livros é sempre um bom puzzle para a mente, mas não o vejo dessa forma. Mas se querem um bom puzzle em forma de livro, aqui têm esta excelente sugestão.

Este terceiro volume é contado na perspetiva de 3 personagens diferentes e cria uma experiência de leitura um pouco diferente daquilo que li nos outros 2 livros da trilogia "Área X". 
O primeiro volume continua a ser o meu preferido, mas para quem gostou mais das expedições feitas à Area X e menos do segundo volume, acho que este livro vai voltar a interessar-vos. 

O autor opta novamente por não criar um enredo cheio de ação e plot twists e focar-se mais nas personagens e na relação entre elas e o ambiente. Achei essa escolha muito inteligente porque faz deste livro um dos livros de ficção científica mais originais que já li. No entanto, não achei que seja um livro fácil de ler. Muitas vezes vi-me atrapalhada com toda a informação e tive de voltar atrás no texto algumas vezes. 

A escrita que Jeff Vandermeer utiliza é única. As descrições estão muito bem feitas e inteligentes. É um autor que admiro muito e vou querer ler todos os seus livros. 



Este livro foi oferecido pela editora Saída de Emergência para opinião no blogue.



Boas leituras!

Monday, February 26, 2018

Opinião "Nothing More" de Anna Todd

Olá a todos!




Opinião (Maggie):



Depois de ler as opiniões deste livro, as minhas expectativas desceram de 90% para 10%. É uma boa forma de visualizar as coisas e de vos explicar exatamente o que aconteceu. Toda a gente me falava da escritora Anna Todd e como sou muito curiosa decidi ler algo escrito por ela.

Para a maior das minhas surpresas, ao longo que fui lendo o livro apercebi-me de que estava a gostar de o ler. A história de Landon é muito familiar para mim. Ele está a viver numa cidade nova, a desfrutar de viver sozinho num sitio que mal conhece e durante algum tempo ele conta-nos episódios engraçados do que é viver numa casa partilhada. Alguns dos episódios são tão idênticos a alguns pelos quais já passei que não podia deixar de gostar do que estava a ler. 

Por alguns momentos, a autora repete-se nas suas descrições. É algo que não gostamos que aconteça enquanto estamos a ler um livro. Lermos uma frase e ficarmos com aquele ar de confuso de quem sofre um forte Deja Vu. Tal coisa só me tinha acontecido uma vez antes enquanto lia 50 sombras de Grey. Mas neste livro as repetições são muito menos, por isso, não se alarmem. Se calhar nem dão por elas. 

Disseram-me que devia ler os livros "After" primeiro, mas acho que é um livro que se lê muito bem sozinho. 
Se separar o livro em duas partes, posso afirmar que gostei muito mais da primeira. Fiquei a conhecer muito bem a personagem e a sua vida de estudante. A segunda parte é apenas um "romance de domingo à tarde". Por vezes é divertido, outras vezes é simplesmente demasiado juvenil para mim. 
Daí vem a minha classificação de 3 estrelas. Teria dado uma classificação mais alta se a segunda parte não tivesse tanto romance juvenil. 

Podem comprar o livro aqui.

Este livro foi oferecido pela Editorial Presença para opinião no blogue. Muito obrigada!



Boas leituras!


Saturday, February 24, 2018

Opinião: Pássaro que voa de Claudio Hochman

Olá queridos leitores!



Opinião (Maggie):


Estou muito feliz por ter a oportunidade de ter este livro comigo. Estava a gostar tanto de o ler que decidi ler apenas umas poucas histórias por dia para não acabar o livro de uma só vez. Eu própria estou agora a viver num país e estou longe da minha família, mas como algumas das pessoas das histórias, estou a construir um melhor futuro. Nem todas as histórias são felizes, mas essa é a essência de se escrever um livro com este tema. Todos nós procuramos algo melhor, mas por vezes o destino prega partidas.

Penso que todos conhecemos pessoas que nos são próximas e que deixaram os seus países de origem em busca de melhores oportunidades. Este livro é uma coleção de histórias de pessoas que seguiram o seu caminho emigrando para outro país. Algumas das pessoas retratadas são-nos familiares, como por exemplo, Albert Einstein, mas mesmo aquelas que não conhecemos são fantásticas e todas muito diferentes.
A minha preferida é a história do menino que colecionava fragmentos de muros (quando lerem o livro vão certamente saber qual das histórias é). 
Os desenhos foram criados por uma menina de 11 anos! Tendo isso em consideração, são desenhos muito bonitos e representam muito bem este livro.

Agradeço mais uma vez ao meu amigo Claudio por oferecer este livro para opinião no blogue. 

Podes comprar o livro aqui.

Boas leituras!

Wednesday, February 14, 2018

Opinião "Cruel Prince" de Holly Black



Opinião (Maggie):


Ai... tanta conversa sobre este livro e eu, feita cordeirinho, tive de o ler. Pois amigos, não é assim tão bom como toda a gente diz. Pelo menos na minha opinião. 

É um livro bem divertido, com muita acção. Posso dizer que é o típico "page turner". Quando o comecei a ler não podia estar mais entusiasmada. Começou logo bem com a vida de duas irmãs que muda para sempre de uma maneira abrupta, mas o que se segue foi, para mim, algo que já li em muitos livros. 

O primeiro ponto que me fez começar a duvidar se o livro seria algo que iria gostar ou não foi o facto de a autora não nos descrever fisicamente nenhuma das personagens. Mesmo psicologicamente ficamos a conhecer muito pouco para além do ser bom ou mau. Desilude-me imenso não ter qualquer base descritiva para saber como as personagens deste livro são. É tão relevante para mim num livro de fantasia ter esse elemento. Dou-vos um exemplo muito bom: "Trono de Vidro". Estou sempre a falar deste livro e não me vou cansar de o fazer porque para mim foi um dos livros de fantasia mais originais que já li. E lá está, todas as personagens são descritas minuciosamente. 
Outra coisa que não chegamos a conhecer é a atmosfera do mundo onde Jude vive. Sim! parece que quase nada nesta história tem uma explicação! As coisas simplesmente acontecem, mas isso não basta. Para ter uma boa narrativa, o autor tem de ter o poder de nos colocar dentro da história e fazer-nos viver as aventuras das personagens. 

Dou 3 estrelas ao livro porque certas vezes é divertido, mas na verdade surpreendeu-me muito pouco. Para além de tudo o que já disse de negativo ainda há outra coisa. Os acontecimentos da história acontecem demasiado rápido e sem grande explicação. Agora que vos escrevo sinto que há mesmo muito pouco que gostei de ler nesta história. É triste que isto aconteça e começo a duvidar do meu gosto por este género literário e a duvidar das opiniões que vejo no youtube. 

Bem... adorava saber a vossa opinião e adorava saber o porquê de este livro ser tão especial para algumas pessoas, visto que, para mim, foi uma desilusão.

Boas leituras!

Monday, February 12, 2018

Passatempo: The Sunlit Night


Olá queridos leitores!!

Temos novo passatempo! Desta vez, um livro em Inglês.
Basta completarem as etapas que estão descritas em baixo (onde diz "Passatempo").



Sinopse:

In the beautiful, barren landscape of the Far North, under the ever-present midnight sun, Frances and Yasha are surprised to find refuge in each other. Their lives have been upended--Frances has fled heartbreak and claustrophobic Manhattan for an isolated artist colony; Yasha arrives from Brooklyn to fulfill his beloved father's last wish: to be buried “at the top of the world.” They have come to learn how to be alone.

But in Lofoten, an archipelago of six tiny islands in the Norwegian Sea, ninety-five miles north of the Arctic Circle, they form a bond that fortifies them against the turmoil of their distant homes, offering solace amidst great uncertainty. With nimble and sure-footed prose, Dinerstein reveals that no matter how far we travel to claim our own territory, it is ultimately love that gives us our place in the world.

Passatempo:


Sunday, February 11, 2018

Opinião: "Espada de Vidro" de Victoria Aveyard

Olá queridos leitores!





Sinopse (wook):



O novo e eletrificante capítulo da série Rainha Vermelha intensifica a luta de Mare Barrow contra a escuridão que cresceu na sua alma… O sangue de Mare Barrow é vermelho mas a sua capacidade Prateada, o poder de controlar os relâmpagos, transformou-a numa arma que a corte real tenta controlar. A coroa acusa-a de ser uma farsa, mas quando ela foge do príncipe Maven - o amigo que a traiu -, Mare faz uma descoberta surpreendente: ela não é a única da sua espécie. 


Perseguida por Maven, Mare parte para descobrir e recrutar outros combatentes Vermelhos e Prateados que se juntem à batalha contra os seus opressores. Mas Mare encontra-se num caminho mortífero, em risco de se tornar exatamente no tipo de monstro que está a tentar derrotar. Será que ela vai ceder sob o peso das vidas exigidas pela rebelião? Ou a traição e a deslealdade tê-la-ão endurecido para sempre?


Opinião (Maggie):

Atenção a quem não leu o primeiro livro. Esta opinião pode conter spoilers. 

Voltando à origem desta série de quatro livros, no primeiro volume ficamos a conhecer Mare, a nossa protagonista. O melhor do primeiro volume foi conhecer esta personagem, a sua vida familiar, o porquê de ela ser diferente e as dificuldades que ela tinha de enfrentar por ser ter tanto sangue Vermelho como Prateado. Para minha surpresa, gostei do triângulo amoroso do livro, apesar de ser um pouco semelhante ao de "Trono do Vidro". Depois de conhecermos a sua história, arrancamos para um livro cheio de ação e complicações amorosas.

Neste segundo volume passamos para outra parte completamente separada do resto. Para mim é como se estivesse a ler outro livro. Tive essa sensação... no primeiro volume a atmosfera é excelente, o mundo é incrível e detalhado. No segundo volume o centro de toda a história é Mare e em como a sua personalidade está a mudar devido ao inimigo que tem de enfrentar. É uma mudança radical de um livro para o outro, isso posso garantir-vos. Se gostam de um pouco mais de acção e atitude de heroísmo por parte das personagens, vão gostar de o ler. 
Esperava saber mais sobre a vida de Mare e gostava que a autora tivesse apresentado mais flash backs dessa vida, como fez anteriormente no primeiro volume. 
Ao contrário de todas as pessoas que conheço e que leram este livro, eu não o achei surpreendente. Talvez as minhas expectativas estivessem demasiado altas e isso foi provavelmente uma das razões. 
Não penso de todo que este é um mau livro e para vos ser sincera estou a pensar dar-lhe uma segunda chance para aprofundar melhor a minha opinião sobre ele. 
No fundo, sei que se o ler outra vez, vou gostar muito mais da leitura. 

Se já leram este livro, deixem a vossa opinião nos comentários. Adorava saber o que acharam.

Mais uma vez, muito obrigada à Saída de Emergência pelo apoio que tem dado ao blogue. 

Podem comprar o livro aqui

Boas leituras a todos!!

Thursday, February 8, 2018

Quando te apercebes que ele brilha no escuro!

Olá a todos!

Fiquei super impressionada quando reparei que um livro que estava em cima da minha secretária começou a brilhar no escuro! Vejam só... há livros que nos conseguem surpreender, não só pelas histórias, mas também pelo seu design!


Boas leituras!

Monday, January 29, 2018

Highliners Marc Jacobs

Olá a todos! 

Hoje decidi publicar algo diferente. Recebi uma caixa com artigos da Marc Jacobs e escrevi uma opinião para a marca. 
Está em inglês e peço desculpa a quem não entender o que está escrito. 

Para quem gostar de maquilhagem, só tenho uma coisa a dizer: experimentem estes Highliners, vale a pena!



Review:


I received this amazing set of highliners from Marc Jacobs. I've been using it this last couple of days, and I have to say: these are the best highliners I've ever used. They are so creamy and pigmented.
The colors I have are light pink and blue.
As a first impression, they don't look like strong colors, but when I use them on my eyes, they stand out really well!! The creamy texture vanishes really fast, so you have to be quick applying it. If you want to do bold looks, try not to take too long. 
I used two layers of it and after all was well blended, I managed to get a stronger finish. It worked amazingly well.

To take the makeup off, I needed more than one wipe to remove it. It's quite strong and there's NO WAY it will be removed by water. I tried it just to test it, and it doesn't come out. 
These are my favorite highliters and I will use them really often. NOW I'm excited to buy other colors. GOOD JOB Marc Jacobs!

I received this product complimentary for review purposes. *I posted this same review on John Lewis website.


Thursday, January 25, 2018

Book Haul: Novembro/ Dezembro


Olá queridos leitores!

É verdade! Já não falava com vocês há muito tempo, mas todos os dias pensei em publicar algo e em contar-vos o que tenho andado a fazer. 

Em Dezembro fui a Portugal passar uns dias com a família e aproveitei para visitar as nossas livrarias e a falar com as parcerias do blogue. Foi uma viagem muito pequenina, mas consegui trazer alguns livros comigo! 
Na primeira imagem estão os livros que me foram oferecidos pelas editoras e na segunda os livros que comprei e que me ofereceram no Natal. 

Estou tão ansiosa para os ler!

Esperava ter mais tempo neste segundo semestre, mas o curso ficou mais complicado de um dia para o outro, e agora, em vez de trabalhar dois dias, estou a trabalhar três. Sim, o tempo para ler é muito pouco... 






Tenham uma óptima semana e boas leituras!

Tuesday, December 19, 2017

Vencedor passatempo surpresa!

Olá queridos leitores!

A vencedora deste passatempo é:

Nélia Rosa!  

Muitos parabéns!  Vais receber em casa um exemplar deste livro:



Boas leituras e bom Natal!

Monday, December 18, 2017

Passatempo / Porto Editora

Olá queridos leitores!

No Facebook, estamos a fazer um passatempo com o apoio da Porto Editora. 

Não se esqueçam de participar. Aqui está o link: Passatempo de Natal. Porto Editora.


Boa sorte!

Wednesday, December 13, 2017

Opinião "O Prodídio" de Emma Donoughue

Olá queridos leitores!



Opinião (Maggie):

Quando este livro saiu à venda nas livrarias portuguesas eu sabia que o tinha de ler. Já tinha lido "O Quarto de Jack", da mesma autora, e ainda agora é um dos meus livros favoritos. Mas a verdade é que quando lemos um livro que gostamos mesmo ficamos sempre na esperança que o próximo livro que vamos ler do autor seja tão bom ou melhor. 
Deve ser de uma enorme pressão para um autor escrever um livro depois de ter tanto sucesso com o anterior. Por exemplo, todos nós conhecemos o "The Martian" de Andy Weir e esperamos que este livro que acabou de ser lançado ("Artemis"), seja tão bom como o anterior. 

Para  Emma Donoghue eu sabia que ela não me podia desiludir. A história de Jack tem um fundo muito sério e verdadeiro. E no "O Prodígio", conhecemos Anna, uma rapariga que afirmava estar a fazer greve de comer há mais de 3 meses. "Virgens-Jejuadoras" é o nome desta jovens raparigas, e também algumas mulheres, que afirmavam não precisar de comer para sobreviver. 
A história de Anna é muito tensa. Enquanto leitores, não fazemos ideia do que se está a passar para Anna conseguir sobreviver tanto tempo sem comer, mas temos como protagonista Lib, uma enfermeira que está ao cuidado desta menina. Ela faz tudo o que está ao seu alcance para perceber como poderá ajudar mas há algo superior que a impede de fazer o seu trabalho: As crenças do povo, mais especificamente, as crenças religiosas dos pais. 
É um tema um pouco complicado de perceber. Entre o século XVI e XX muita gente seguia a sua vida através das suas crenças, em deus e em outras identidades. Neste livro é referido muito o Deus católico, mas também as Changelings (criaturas que entravam nos corpos das crianças e viviam as suas vidas tentando integrar-se no mundo humano). 

Há um mês atrás passei horas e horas a ouvir  o podcast "Lore". É o melhor podcast que já ouvi, acreditem. E um dos episódios falava sobre as changelings. Deu-me uma visão muito mais aberta ao ler este livro. 

No início do livro tive imensa dificuldade em entender em que ano se passava a história, mas quando comecei a perceber onde a história nos estava a levar, comecei a situar-me um pouco melhor. 

Não é um livro com um passo rápido, mas adorei a história, principalmente porque adoro o tema e fiquei a conhecer mais sobre ele. 

Lib e Anna são personagens incríveis, muito bem construídas.... Donoghue é uma excelente escritora e vou continuar a ler os livros dela. 

Sei que esta é uma opinião muito longa, mas é um livro impressionante que dá muito que falar. 

Agradeço à Porto Editora o fantástico apoio que tem dado ao blogue,


Boas leituras!

Tuesday, December 12, 2017

Opinião: "Ouve a Canção do Vento" de Murakami

Olá queridos leitores!



Opinião (Maggie):

Antes de mais, gostava de referir que esta opinião apenas inclui a primeira parte do livro "Ouve a Canção do Vento". Era a parte do livro que queria ler. 
O autor refere "Pinball" como uma continuação da história. Vou escrever sobre ela mais tarde. 

Uma escrita muito simples, dinâmica, apaixonada... É a primeira vez que pego num livro de Murakami e fiquei completamente deslumbrada pela sua forma de escrita.

Numa pequena apresentação ao livro, Murakami descreve a sua linha de pensamento e o processo criativo ao escrever o livro. Gostava que todos os autores colocassem uma breve nota desse processo ou simplesmente partilharem com o leitor alguns planos e pensamentos que os levaram a escrever uma história. Acho esta partilha muito importante. Para além de ficarmos a conhecer o autor, permite-nos também compreender o que é estar do lado de quem escreve. 

Genericamente, penso que esta será o género de história que se funde um pouco com o quotidiano de muitas pessoas. 
Para mim, foi interessante seguir a história de um homem que, na verdade, pode ser qualquer um de nós. 
Os seus medos, ansiedades e constrangimentos são muito reais. Tão reais que ao ler, sentia-me um pouco estranha. Como a narrativa é contada na primeira pessoa, somos obrigados a seguir a história tão desconcertante do protagonista. Apesar de ser uma história triste e estranha, não consegui parar de ler e senti-me cativada do início ao fim. 

Recomendo! 

Agradeço à LeYa pela oportunidade,




Boas leituras!






  

Thursday, December 7, 2017

TBR: Dezembro


Olá queridos leitores!!




E que tal este plano de leitura? Bem recheado de coisas boas! eheh

E tu? Que livros vais ler em Dezembro?

Boas leituras!

Wednesday, December 6, 2017

Opinião: "As Nossas Almas na Noite" de Kent Haruf

Olá queridos leitores!




Opinião (Maggie):


Quando recebi este livro soube logo que ia gostar dele. Já tinha lido a sinopse, saiu um filme sobre ele e ainda por cima tem uma capa maravilhosa. 
Ficamos a conhecer Addie e Louis, duas pessoas de idade que criam uma amizade um pouco fora do normal. Na sociedade em que vivemos, a relação que eles constroem um com o outro é vista de uma forma muito pouco positiva, mas eles são adoráveis juntos e só mesmo o leitor consegue entrar nas suas vidas e admirar a amizade que eles criaram. 

Toda a gente da aldeia pensa que eles estão envolvidos num caso amoroso, quando na verdade estão a criar laços muito fortes de amizade. Ao longo do tempo em que estão juntos, algo mais forte começa a desenvolver-se, mas apenas nós, os leitores, sabemos que é nesse momento que eles começam a experienciar algo diferente. 

É um sentimento único observar estas duas pessoas como se fossemos invisíveis. Estamos tão envolvidos na sua história que damos por nós a querer fazer algo para que eles fiquem juntos e para que não se separem só porque os outros não concordam com o que se passa.

Estas duas pessoas são criticadas por estarem juntas só porque são idosas. São julgadas de uma forma que considero maldosa. Talvez por ciúme de quererem contruir algo assim para elas próprias. Sentia isso por vezes enquanto lia, mas pode não ser esse o objetivo do autor. 

Acho que este livro vai continuar a ser muito importante para mim. Fez-me olhar para idade e para o crescimento de uma forma diferente. Vai abrir os olhos a muita gente e fazer-vos sentir leves e despertos.

A escrita é linda... muito simples, leve de se ler e com muito sentido por detrás das suas palavras.

Recomendo muito!!

Agradeço imenso o apoio da editora e ficarei para sempre agradecida pela oportunidade de ler este livro:




Boas leituras!